Sem audiência, Lula abandona lives semanais

0
2063

Impopular, petista não consegue atrair audiência para suas lives.

Rejeitado pelo público, impopular e sem audiência, o petista Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou a Presidência após ser “descondenado” pelo Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta sexta-feira (26) encerrar as lives semanais.

O anúncio foi feito pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Paulo Pimenta, quando a última transmissão ocorreu em 19 de dezembro de 2023, antes do recesso de fim de ano.

LEIA TAMBÉM

De acordo com Pimenta, o motivo da interrupção não implica uma substituição definitiva das lives, mas sim uma mudança na estratégia de comunicação. Ele enfatizou a flexibilidade da abordagem, indicando que transmissões eventuais podem ocorrer conforme a conveniência, destacando a possibilidade de envolver outras personalidades.

As transmissões ao vivo, iniciadas em junho do ano anterior, eram realizadas todas as manhãs das terças-feiras. A baixa audiência do programa já foi alvo de críticas e motivo de piada nas redes sociais, chegando a ser atribuída ao “algoritmo” das plataformas pelo chefe da Secom.

Em setembro de 2023, após um período sem transmissões devido a uma advertência do Tribunal de Contas da União (TCU), Lula retomou as lives. No entanto, o deputado federal Luiz Philipe de Orleans e Bragança (PL-SP) protocolou uma representação junto ao TCU, alegando que havia uma “estruturação da publicidade institucional direcionada à promoção” do presidente Lula.

O TCU avaliou a representação e concluiu pela “procedência parcial”, indicando a presença tanto de elementos informativos quanto de promoção pessoal no programa “Conversa com o Presidente”. Nesta sexta-feira (26), Lula participou de uma entrevista coletiva ao lado do ministro da Educação, Camilo Santana, e já tem outra entrevista agendada para a próxima terça-feira (30).

LEIA TAMBÉM

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA